Home   |  Núcleo de Memória  |  Relembre  |  Contato  |  Agenda  |  Equipe  |
 
TEMAS DO ACERVO
Pannonhalma

 

Pannonhalma é uma arquiabadia húngara que foi fundada por monges beneditinos em 996. Originalmente recebia o nome de Abadia do Monte São Martinho – em homenagem a Martinho de Tours, santo nascido em Panônia, atual Hungria.

 
Pannonhalma, s.d.
 


Interior, s.d.

Declarado patrimônio mundial pela UNESCO, o complexo de edifícios existentes possui além de capelas e dormitórios, um colégio religioso para rapazes, uma grande biblioteca e um jardim botânico. Lá os monges produzem vinhos, licores, chás e fabricam cosméticos, entre outras coisas.

 
Pannonhalma, s.d.

 
Biblioteca, s.d.

Os monges fundadores da pequena comunidade que deu origem ao Mosteiro São Geraldo de São Paulo vieram desta arquiabadia milenar e até hoje o Mosteiro faz parte da Congregação Beneditina Húngara.

 
Ordenação sacerdotal de Dom Paulo em Pannonhalma, em 8 de setembro de 1970.

Tendo como base a própria missão de Pannonhalma, a educação da juventude, os beneditinos húngaros fundaram em 1951 o Colégio Santo Américo, em Santa Cecília. Atualmente, passados 60 anos do início de suas atividades, encontra-se no Morumbi, para onde se mudou em 1963.  Uma das diferenças entre o colégio brasileiro e aquele em que foi inspirado é que o primeiro passou a aceitar meninas a partir de 1980. 
O Banco de Imagem e Som mantém em seu acervo imagens e cartões postais, na biblioteca da Abadia encontram-se diversos livros e no Museu estão armazenados objetos, medalhas e gravuras sobre este assunto.

 
Cartão Postal, s.d.


Livro da biblioteca da Abadia São Geraldo sobre Pannonhalma.

 
Medalha comemorativa (Milênio de Pannonhalma), 1996

 

Texto e pesquisa: Karina Alves Cavalcante

Revisão: Fernanda Scalvi



Fontes:

ANUÁRIO do Colégio Santo Américo: 25 anos. São Paulo, 1975.
ABADIA São Geraldo: Meio século de uma história milenar. Escritório Júlio Abe Wakahara. São Paulo, 2002.
HAPÁK, József; SÓLYMOS, Szilveszter. Pannonhalma. [Pannonhalma, a cidade construída no monte]. Pannonhalma: Magyar Könyvklub, 2000. 176 p. Edição comemorativa do milênio de Pannonhalma.

 

 






Pesquisar:  


Foram Encontrados 16 Registro(s).