Home   |  Núcleo de Memória  |  Relembre  |  Contato  |  Agenda  |  Equipe  |
 
TEMAS DO ACERVO
Obras Sociais e a atuação do Mosteiro São Geraldo de São Paulo


O Mosteiro São Geraldo de São Paulo, através de suas Obras Sociais, se empenha em uma atividade de grande valor e importância há vários anos,  cujo objetivo é  beneficiar as comunidades socialmente excluídas da região do Morumbi.
Sensíveis a situação dos húngaros que fugiam de conflitos e guerras na Europa, os superiores de Pannonhalma, na Hungria, enviaram para o Brasil alguns de seus representantes nos anos de 1930, com a missão de auxiliar e atender aos imigrantes húngaros. Estes monges e alguns outros que vieram em anos posteriores fundaram o Mosteiro São Geraldo de São Paulo.


 

Início de Vila Morse, Década de 1960.


Com a criação do Colégio Santo Américo e a posterior mudança do mesmo e da comunidade beneditina para o Morumbi, os monges se viram em nova situação. A observação das necessidades dos bairros adjacentes, Vila Morse e Paraisópolis, fizeram a comunidade ajudar e oferecer condições de melhoria social para os seus moradores. Com o constante crescimento demográfico da região constatou-se a necessidade de intensificar e ampliar as atividades realizadas, estendendo os mesmos para a comunidade do Jardim Colombo e Monte Kemel.


 
Dom Veremundo celebrando missa em Paraisópolis. Década de 1960.


Os trabalhos sociais foram iniciados em 1964, sempre calcados no espírito de São Bento, fundador da ordem beneditina, com o lema “Ora et Labora”. Seus objetivos básicos são promover a educação e assistência às famílias menos favorecidas, prioritariamente aqueles que menos têm acesso a bens e serviços. É importante ressaltar o trabalho dos voluntários em 1968, com a formação do primeiro “clube de mães”, composto por mães de alunos do Colégio Santo Américo que dedicavam algumas horas semanais para transmitir seus conhecimentos às mulheres da região. A partir daí, o trabalho voluntário cresceu e ganhou novas atribuições, mas desde o início teve um papel muito marc ante pelo grande apoio prestado.
 


Clube de Mães, Casa Azul Panônia, 2008


 Atualmente, após mais de 40 anos de dedicação e trabalho, as obras sociais do Mosteiro São Geraldo de São Paulo se especializaram e se estruturaram em seu atendimento e conta hoje com seis núcleos, onde são desenvolvidas diversas atividades: 
1. Vila Morse: Centro de Educação Infantil Dom José Gaspar e Centro para Crianças e Adolescentes de Vila Morse.
2. Paraisópolis: Centro de Educação Infantil Santa Escolástica, Centro para Crianças e Adolescentes de Paraisópolis e Centro para Juventude de Paraisópolis
3. Monte Kemel: Centro de Educação Infantil Isabel Ribeiro
4. Paraisópolis II: Centro de Educação Infantil Santo Estevão Rei e Centro de Integração para Crianças e Adolescentes.
5. Casa Azul Panônia
6. Casa Azul Santo Américo

 


Horta em Vila Morse 7/12/2007 foto: Danilo Pegoraro.


O Mosteiro São Geraldo de São Paulo presta um grande serviço humanitário às famílias em situação de risco ao aprimorar e proporcionar novas possibilidades às pessoas para que possam, através dos conhecimentos adquiridos, se sobressaírem, crescerem e serem atuantes na sociedade.
 

 

Aula em Vila Morse, 2007

        Para maiores informações acesse o site das obras sociais: http://www.obrassociais.org.br/

Texto e pesquisa: Donivaldo Silva de Oliveira

Revisão: Fernanda Scalvi e

Elisabeth Elias 


Referência Bibliográfica:

ANUÁRIO do Colégio Santo Américo. 1982.

ANUÁRIO do Colégio Santo Américo. 1983.

ANUÁRIO do Colégio Santo Américo. 1984.

TÓTH, Veremundo, OSB. 15 séculos dos filhos de São Bento. São Paulo: Abadia São Geraldo, 1999.

ABADIA São Geraldo. Meio século de uma história milenar.






Pesquisar:  


Foram Encontrados 16 Registro(s).